Pão de sorgo, sarraceno e linhaça

Sem gluten, sem ovos, sem lácteos

Este pão ficou lindo, fofinho, saboroso e com um perfume maravilhoso! Sem gluten, sem ovos, sem leite! Parece mentira né?

Isso foi possível graças a uma mistura de farinhas, pois não é fácil fazer um pão crescer sem o bendito glúten. É ele o responsável por fazer uma rede e prender o fermento, e assim não murchar depois do crescimento.

No pão sem glúten é preciso usar essa mistura de farinhas que contenham fibras e agentes aglutinantes, para formar uma massa grudenta parecida com a massa de glúten.

Além da isenção do glúten, proteína que pode causar problemas digestivos, inchaço, diarreia, constipação, fadiga, dores de cabeça e outros sintomas, essa mistura de farinhas tende a ser mais fácil de digerir e tolerar.

São elas: farinha de sorgo, farinha de trigo sarraceno, farinha de linhaça, farinha de arroz, polvilho de mandioca e ainda psyllium, um tipo de fibra que ajuda na digestão e tem vários benefícios.

Existe no mercado um mix pronto para fazer o pão sem glúten. Já fiz e ficam muito bons. Mas como todo produto industrializado, tem o incoveniente de levar conservantes, aromatizantes e outros “antes” que a indústria de alimentos usa. Então eu prefiro fazer a minha mistura. E ainda fica mais barato!

O sorgo é um grão integral impressionante. Nutrientes como ferro, vitaminas do complexo B, fibras e proteínas estão presentes em sua composição, além de ser surpreendentemente rico em antioxidantes, como compostos fenólicos e antocianinas que ajudam a reduzir a inflamação e diminuir os danos dos radicais livres. Não seria demais permanecer jovem comendo pão? Rsrs

A farinha feita a partir do sorgo tem uma cor bege ou branca , levemente texturizada e com sabor suave e doce. Ela tem a capacidade de prevenir certos tipos de câncer, ajudar a controlar o diabetes, melhorar a saúde digestiva, construir ossos fortes, promover o desenvolvimento de glóbulos vermelhos e aumentar a produção de energia, além de uma alternativa segura para pessoas com doença celíaca e sensibilidade ao glúten.

A ingestão frequente da farinha de sorgo pode ajudar a eliminar o colesterol ruim e rejuvenescer suas artérias. A alta quantidade de fibra presente no grão ajuda a literalmente raspar e remover o LDL (colesterol ruim) de suas artérias.

O trigo sarraceno na verdade é uma semente, e não um cereal como o trigo comum. Ele também é conhecido como trigo mourisco, possui casca bastante dura e cor rosa escura ou castanha, estando presente principalmente no sul do Brasil. É um parente mais próximo do arroz do que do trigo.

Seus principais benefícios à saúde são: melhorar a circulação sanguínea, reduzir o risco de hemorragias, fortalecer os músculos e o sistema imunológico, prevenir doenças e o envelhecimento precoce, melhorar o trânsito intestinal, prevenir doenças cardiovasculares, reduzir a produção de gases e a má digestão. 

A linhaça é ótima fonte de ômegas 3 e 6, por isso, ela só traz vantagens à sua dieta, além de ser um importante agente antioxidante e renovador celular. Ela é rica em fibras e gorduras boas. A farinha dessa semente, muitas vezes substitui o ovo nas preparações, pois junto com a água forma um gel, trabalhando como agente aglutinante nas massas.

O psyllium é uma fibra alimentar que é muito usada em dietas, pois causa saciedade e ajuda a emagrecer. Também é ótima aliada no combate ao colesterol, ajuda a baixar a glicemia, controla a pressão arterial, entre outros.

Além de todos os benefícios nutricionais dessas farinhas, elas deixam o pão com um sabor incrível. Fica levemente adocicado, lembra o sabor do malte do pão australiano.

E esse pão você pode comer quentinho logo que sai do forno, não precisa esperar esfriar como os outros pães sem glúten que se cortados quentes ficam abatumados. Ainda bem, porquê é tortura sentir o cheirinho de pão fresco e não poder comer.

Você vai precisar de uma batedeira comum e uma forma de pão.

A massa de pão sem glúten tem que ficar molenga, então precisa de uma forma. Só o pão italiano mantém a sua forma arredondada, mas o processo é diferente. Esse fica para um outro post!

Vamos à receita:

Ingredientes:

  • 15g de psyllium
  • 250ml de água morna
  • 20g de farinha de linhaça, pode ser a marrom ou a dourada
  • 45g de farinha de trigo sarraceno
  • 45g de farinha de sorgo
  • 40g de polvilho doce
  • 60g de farinha de arroz
  • 10g de fermento químico
  • 10g de fermento biológico seco
  • 30g de açúcar
  • 1colher de chá de sal
  • +250ml de água morna
  • 2 colheres de sopa de azeite

Preparo:

  1. Bata o psyllium com a água morna na batedeira até ficar gelatinoso. reserve.
  2. Numa tigela, adicione todos os ingredientes secos.
  3. Adicione à eles a água morna, o azeite e o gel de psyllium.
  4. Misture muito bem. Use a batedeira.
  5. Coloque numa forma somente untada com azeite.
  6. Deixe em um local protegido de vento para crescer. Pode ser dentro do microondas. Coloque um recipiente com água quente para manter o local aquecido.
  7. Asse à 240ºC por 40 minutos e depois por mais 20 minutos em forno baixo.
  8. Retire do forno e quando conseguir segurar a forma, pode desenformar.

Opcional: Pode colocar sementinhas de linhaça na massa e por cima dela antes de levar ao forno.

Fontes:

Sorgo : https://www.mundoboaforma.com.br/13-beneficios-da-farinha-de-sorgo-o-que-e-para-que-serve-como-fazer-e-receitas/

Trigo sarraceno: https://www.tuasaude.com/beneficios-do-trigo-sarraceno/

Linhaça: https://www.minhavida.com.br/alimentacao/galerias/12030-linhaca-7-motivos-para-consumir-e-melhorar-sua-saude

Psyllium: https://www.minhavida.com.br/alimentacao/tudo-sobre/20322-psyllium

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s